Início do conteúdo
Notícias ‘Brasília Iluminada’ reúne espaço cultural, presépio virtual e árvores luminosas

Funarte Notícias

Publicado em 29 de dezembro de 2020

‘Brasília Iluminada’ reúne espaço cultural, presépio virtual e árvores luminosas

Iniciativa do Governo do DF tem ações coordenadas pelas secretarias de Economia, Turismo, Cultura e Desenvolvimento Social

‘Brasília Iluminada’ reúne espaço cultural, presépio virtual e árvores luminosas Luzes da esperança – Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

O evento Brasília Iluminada — Capital da Esperança traz um colorido especial para o fim de 2020 e início de 2021 aos moradores do Distrito Federal (DF). Os destaques são os shows de luzes diários e de projeções acompanhadas de música, até o dia 17 de janeiro. O público pode conferir a decoração na Esplanada dos Ministérios, passando pela Praça e pelo Palácio do Buriti até chegar a Praça do Cruzeiro/Rainha da Paz. O programa é uma iniciativa do Governo do DF, com atividades coordenadas pelas secretarias de Economia, Turismo, Cultura e Desenvolvimento Social. A comemoração pelos 60 anos da fundação de Brasília também faz parte da programação.

A ação, inédita no Distrito Federal, conta com mais de 400 mil metros quadrados de área enfeitada com árvores luminosas, espaço cultural e presépio virtual, além de atrações culturais como música, dança e poesia. Dez eixos fazem parte do projeto: Árvore Sonho e Realidade; árvores decorativas; Espaço Luz; Quadrante dos Presentes; Bolas Decorativas; Túneis Flor do Cerrado e Pórticos de Entrada; Praça do Buriti; point cultural Céu de Brasília, presépio virtual Luz do Mundo e o Trenó Luz.

Brasília Iluminada — Capital da Esperança foi lançado no último dia 18, com apresentação do Coral Orquestra Filarmônica de Brasília e show de fogos de artifício comemorando o acendimento das luzes. O Trenó Luz fez a alegria de crianças, jovens e adultos ao levar Papai Noel a todas as regiões da cidade.

Na virada do ano, próxima quinta-feira, dia 31, o evento terá apresentação da Orquestra de Cavaquinho Projeto Waldir Azevedo, da Vila Telebrasília, às 17h30, e da Orquestra Popular Marafreboi, às 19h. O conjunto Regional do Choro, às 17h30, e o Grupo Kervansarai, às 18h, comemoram o primeiro dia de 2021. No sábado, dia 2 de janeiro, o Quarteto de Cordas Trilha de Cinema, às 17h30, e a Banda do Seu Manolo, às 18h30, animarão o público. Para fechar o fim de semana, será a vez do Quinteto de Sopros, com Maxuel Suzuki, às 17h, e do Quarteto de Cordas, com Cássio Silva, às 18h. A agenda completa do projeto está disponível no final do texto.

Segundo a organização, um dos objetivos do evento é incentivar ações de promoção do artesanato e da cultura, para alavancar a economia e a geração de renda dos moradores, além de incrementar o turismo local. Durante a realização do projeto, cerca de mil postos de trabalho foram criados de forma direta e com mão de obra local. As atividades agendadas foram pautadas na preocupação com a sustentabilidade, as conexões solidárias, o atendimento humanizado e a segurança do público e dos colaboradores em relação à pandemia.

Projeto Brasília Iluminada — Capital da Esperança

Programação de 31 de dezembro a 17 de janeiro

 31 de dezembro de 2020

17h30 – Orquestra de Cavaquinho Projeto Waldir Azevedo, da Vila Telebrasília
19h – Orquestra Popular Marafreboi

1º de janeiro de 2021

17h30 – Regional do Choro
18h30 – Grupo Kervansarai

2 de janeiro

17h30 – Quarteto de Cordas Trilha de Cinema
18h30 – Banda do Seu Manolo

3 de janeiro

17h – Quinteto de Sopros – Maxuel Suzuki
18h – Quarteto de Cordas – Cássio Silva

6 de janeiro

17h – Duo Harpa e Oboé
18h – Quarteto de flautas
19h – Duo Flauta e Piano

7 de janeiro

17h – Diana Trio
18h – Duo Tomé Cerqueira
17h – Regional Segura Elas

8 de janeiro

17h – Trio Jazz Bravíssimo
18h – Duo PianoCello
19h – Ballet Grupo de Bailarinos de Brasília

9 de janeiro

17h30 – Alysson Takaki
18h30 – Orquestra Gmund

10 de janeiro

17h – Barroco
18h – Mousiqué
19h – Ballet Grupo de Bailarinos de Brasília

15 de janeiro

17h – Nordeste – a poesia do Sertão, com Nilson Freire
18h – Beethoven 250 anos

16 de janeiro

18h – Quarteto Rose
19h – Ballet Grupo de Bailarinos de Brasília

17 de janeiro

17h – Coral de Cegos do Projeto Waldir Azevedo
18h – Orquestra Sopros da Orquestra Filarmônica de Brasília (OFB)
19h – Ballet Grupo de Bailarinos de Brasília

Palco principal – Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília